Os maus resultados fora de casa, a saída do G4 da Série B e a falta de explicações por conta da diretoria do Coritiba levaram torcedores das organizadas Dragões e Camisa Alviverde a irem ao CT da Graciosa tentarem conversar com o presidente Samir Namur. O cartola, que não dá entrevistas e só fala através da filtragem da comunicação oficial, defendeu a própria gestão, inclusive do departamento de futebol.

O relato dos torcedores que foram ao CT é de um encontro de quase uma hora. Foi uma espécie de “reunião”, em que cerca de vinte pessoas fizeram questionamentos a Samir Namur e outros três membros da diretoria, os vice-presidentes Jorge Durão, Paulo Baggio e Aníbal Mesquita. Não houve confusão, a tônica da conversa foi o mau rendimento do time na temporada, neste momento fora do G4 da Segundona e sem ter vencido um jogo sequer fora do Couto Pereira.

Quem acompanhou o encontro dos torcedores com o presidente alviverde apontou que Namur defendeu com veemência a conduta da diretoria, inclusive refutando que tenha errado em decisões administrativas. Foi um raro momento de contestação real ao dirigente, pois ele prefere não falar com os jornalistas – a última aparição pública do cartola foi na apresentação de Eduardo Baptista, e a última coletiva foi após a derrota para o Goiás, na eliminação da Copa do Brasil.

Confira a classificação completa da Série B

A Tribuna do Paraná pediu há duas semanas uma entrevista com o presidente Samir Namur, mas o departamento de comunicação do Coritiba ainda não respondeu ao pedido.