A partir das 10h15 de hoje, o time do Coritiba que vai a campo enfrentar o Atlético, amanhã, irá ganhar um ânimo extra no treinamento que encerra os preparativos para o clássico. O clube vai abrir os portões do Couto Pereira à torcida – sócios e não sócios -na expectativa de que pelo menos três mil alviverdes deem força à equipe.

O torcedor que for ao Alto da Glória provavelmente não verá a formação do time que entra em campo, já que o técnico Marquinhos Santos comandará apenas um rachão, mas o Coxa já está definido. Enfrentará o Atlético com Vanderlei; Victor Ferraz, Leandro Almeida, Emerson e Diogo; Júnior Urso, Gil, Robinho, Alex e Bottinelli; Deivid. O que explica a manutenção do volante Gil é o poderio ofensivo do adversário – segundo melhor ataque do Campeonato Brasileiro, com 12 gols.

De olho na liderança do Campeonato Brasileiro, Marquinhos Santos prega um time compacto para o clássico. Além de manter Gil no sistema de contenção, terá o zagueiro Emerson para substituir o lesionado Chico. “O time já está idealizado, formado e trabalhado. Claro que vamos aguardar para revelar momentos antes da partida, mas procuro trabalhar com a coerência e dentro daquilo que está sendo desenvolvido no dia-a-dia”, declarou o treinador.

Marquinhos Santos prefere destacar os pontos fortes do Atlético, e, por isso, opta pela segurança de contar com dois volantes. “Nós sabemos que o Atlético tem o segundo melhor ataque, os números mostram isso e os jogos analisados apresentaram essa característica de jogo. É um time que se lança à frente e tem uma jogada forte pelos lados do campo. A equipe principal deles tem valores individuais que podem decidir um clássico”, afirma, referindo-se ao atacante atleticano Éderson, artilheiro do campeonato, com 4 gols.

A postura tática do Coritiba frente ao rival será muito semelhante à empregada frente ao Flamengo, na rodada passada (2 x 2). No sistema ofensivo, Deivid deve ter o apoio dos meio-campistas Bottinelli e Alex. Não está descartada também a entrada do atacante Everton Costa. Ontem à tarde, no Couto Pereira, o jogador treinou no time titular, mas tende a ficar como opção para o decorrer da partida.