O sentimento de alívio tomou conta dos jogadores do Coritiba após a vitória sobre o Palmeiras. Se por um lado o resultado positivo não aliviou a situação ruim na classificação, uma vez que segue na ZR, por outro, o triunfo está sendo encarado como a arrancada para fugir da degola.

“Tínhamos que mudar de postura. Fizemos um primeiro tempo muito bom e, no segundo tempo, tomamos o gol cedo, mas conseguimos continuar da mesma forma. Vamos pensar a cada partida e ir aos poucos nos recuperando na competição”, declarou o meio-campo Lúcio Flávio. “O time foi mais vibrante e precisava disso. Foi bem diferente do último, onde ficamos devendo. O time foi mais aguerrido e graças a Deus conseguimos esse excelente e importante resultado”, emendou.
O volante João Paulo elogiou a forma aguerrida da equipe. “Mostramos que somos um time de guerreiros e lutamos até o final. Agora vamos descansar e manter essa pegada contra o Vasco, que é uma partida de seis pontos”, acrescentou.

Novo artilheiro

O Coritiba pode ter achado no atacante Henrique Almeida, que fez o seu segundo jogo como titular, o artilheiro que precisava para a sequência do Brasileiro. Autor dos dois gols ontem, ele comemorou muito. “Foi a minha estreia no Couto Pereira com a camisa do Coxa e estou muito feliz. Agradeço os meus companheiros, o grupo confiou e desse jeito vamos sair dessa zona de rebaixamento”, vibrou.

Existe vida! Veja o que o colunista Massa tem a falar!

Ele ressaltou a importância da vitória. “No Brasileiro você tem que pontuar dentro e fora de casa, se não fica na zona de rebaixamento”, arrematou.

Reencontro com vaias

O duelo contra o Palmeiras marcou o reencontro do torcedor coxa-branca com jogadores que defenderam recentemente o clube e agora vestem a camisa do time paulista. A torcida fez a sua parte e, sempre que o zagueiro Leandro Almeida e o meia Robinho pegavam na bola, as vaias ecoavam das arquibancadas do Couto.

O principal alvo, no entanto, foi Robinho, que antes da partida, declarou que comemoraria se fizesse um gol e que desta vez era o Palmeiras que sairia de campo vencedor.

Além dos dois jogadores, mais três personagens que já passaram pelo Coritiba estiveram presentes na partida de ontem. O goleiro Fernando Prass, o atacante Dudu e o técnico Marcelo Oliveira.

Confira mais lances da importante vitória do Coritiba contra o Palmeiras!

Protesto
No intervalo do jogo,, a Império Alviverde, apesar de apoiar a equipe durante todo o jogo, estendeu uma faixa de protesto contra o momento ruim. A faixa dizia “Diretoria amadora, time medíocre” e ficou estendida até o final.

Superstição
O Coritiba apostou na superstição para espantar a má fase. Antes do jogo, funcionários espalharam sal grosso pelo vestiário e por alguns setores do Couto para tirar a “zica”.

Diretor
A diretoria segue em busca de um diretor de futebol. Depois de tentar Alex, além de René Simões, o presidente Rogério Bacellar confirmou que tentou a contratação de Valdir Barbosa, bicampeão brasileiro pelo Cruzeiro.O dirigente esteve em Curitiba conversando com a diretoria, que vai avaliar melhor o perfil de Barbosa.

Paraná Online no Facebook