Presidente do Vitória, adversário do Coritiba na rodada final da Série B 2019, sábado (30), 16h30, no Barradão, Paulo Carneiro afirmou que se fosse jogador do clube baiano aceitaria possíveis incentivos financeiros de América-MG e Atlético-GO, adversários diretos do Coxa na disputa pelo acesso.

A prática, conhecida no futebol como “mala branca”, anima o dirigente baiano. Segundo Carneiro, o fato de os salários estarem atrasados no Vitória torna os atletas ainda mais receptivos a receber dinheiro de mineiros e goianos para vencer o Coxa.

“Eu não respondo pelos meus jogadores. Eles é que sabem. Eu, se estivesse no lugar deles, recebia. Tomara que deem a eles R$ 2 milhões”, disparou o dirigente em entrevista ao programa Globo Esporte da Bahia, nesta quarta-feira (27). “A pressão sobre mim vai ser menor na segunda-feira. Eles [jogadores do Vitória] vão ganhar dinheiro, porque o Coritiba precisa empatar”, reforçou. Na teoria, tal prática seria passível de punição, no entanto, este tipo de premiação externa dificilmente acaba sendo punido para prática.

Carneiro tem passagem pelo futebol paranaense. Entre 2015 e 2016, foi diretor do Athletico. Em 2017, ficou conhecido por uma polêmica entrevista à TV Aratu, da Bahia, em que revelou: “Já comprei juiz. Paguei mala azul, rosa. Comprei a zaga toda de um time baiano e combinei quando ia ser pênalti”, revelou na ocasião.

+ Confira a tabela e a classificação da Série B!

De acordo com o site Infobola, o Coxa tem 94% de chances de acesso, contra 73% do América-MG e 33% do Atlético-GO. O Coritiba, assim como o Coelho, depende apenas das próprias forças. Uma vitória ou até empate bastam para o acesso do time comandado por Jorginho.

Mesmo em caso de derrota para o Vitória, o Coxa ainda pode comemorar o acesso. Para isso, América-MG ou Atlético-GO não podem vencer São Bento e Sport, respectivamente. Qualquer tropeço dos dois já seria suficiente.

Mais do Coxa:

+ Umberto Louzer afirma estar torcendo para o Coritiba subir
+ Coritiba deve ter força máxima na decisão contra o Vitória
+ Igor Jesus será o homem de referência do Coritiba em Salvador
+ Polêmica, contratos… nada tira o foco do Coritiba da decisão