Não existe fase ruim que não possa piorar. O goleiro Wilson será desfalque do Coritiba nos próximos jogos. O arqueiro precisará passar por uma cirurgia na mão e não tem prazo certo para voltar a jogar, mas deve ser para só daqui a dois meses.

+ Leia também: Coxa tenta esquecer derrota e quer reação imediata

O Coxa ainda não deu muitos detalhes sobre o problema do jogador, mas ele já vinha atuando com dores desde que se machucou no empate em 2×2 com o Operário, no dia 10 de fevereiro. Depois, no dia 17, voltou a sentir no empate em 0x0 com o Cascavel, pela semifinal da Taça Barcímio Sicupira.

“É uma lesão grave, que pode se tornar crônica. Aconteceu no jogo contra o Operário. A princípio, o Wilson não queria operar de maneira alguma, mas foram feitos exames e a situação pode se tornar crônica. Devido à importância que ele tem no grupo, optamos pela cirurgia e a recuperação vai de seis a oito semanas”, disse o gerente de futebol do Alviverde, Rodrigo Pastana.

+ Mais na Tribuna: Derrota pro Toledo aumenta ainda mais a crise no Coritiba

Com isso, Wilson, que completou 200 partidas com a camisa coxa-branca no último domingo (24), está fora da estreia da equipe na Taça Dirceu Krüger, contra o Cianorte, no dia 10 de março e possivelmente de todo o Paranaense.

+ APP da Tribuna: As notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!