Impulsionado pela matemática, o Coritiba venceu o Flamengo, ficou a 4 pontos do G5 e começa a ver o sonho da Libertadores se materializar. Por isso, a comemoração na saída do gramado do Couto Pereira era toda em cima da luta até o final pela vaga no torneio continental. “Foi um jogo difícil. A gente sabia que iria encarar um adversário de uma qualidade tremenda, mas soubemos nos posicionar dentro de campo, marcamos os jogadores de qualidade e conseguimos fazer os gols. Essa vitória foi importante para a gente continuar sonhando”, avaliou o lateral-esquerdo Lucas Mendes.

Na visão do maestro Rafinha, a atuação foi quase perfeita. “Não digo perfeita, porque sempre tem alguns erros que a gente precisa corrigir. Mas foi um jogo bom, jogo importante diante de um adversário direto. É um adversário que para nos pontos em que ele está, enquanto a gente avança três casinhas. Então, devagarinho, encostamos cada vez mais no pelotão lá da frente”, destacou o jogador.

Já a dupla de zaga acredita que o Coritiba já deveria estar mais à frente. “O grupo mostrou que tem qualidade para chegar na Libertadores. Infelizmente não conseguimos os resultados fora de casa, mas conseguimos esse contra o Flamengo, que dá uma moral a mais”, analisou Emerson. Jeci concordou. “Foi uma vitória importante, um jogo em que novamente a gente não tomou gol. Acho que estamos no caminho certo e vamos disputar até o fim. Enquanto houver esperança, a gente tem que continuar lutando e honrar essa camisa”, finalizou o capitão.