Em baixa pela desclassificação na Copa do Brasil, o Coritiba luta pela classificação à final do Campeonato Paranaense ao mesmo tempo em que tenta se afastar da crise. ?Eu tenho certeza que o Coritiba vai buscar uma recuperação independente deste momento e da maneira como aconteceu o resultado, que nos deixou insatisfeitos?, avalia o técnico Dorival Júnior. Para ele, não é hora de baixar a cabeça. ?Temos que nos recompor rapidamente já que são dois jogos decisivos e tenho certeza que o Coritiba vai estar pronto e lutar muito por esta vaga?, promete.

Para ele, assim como o time não entrou em euforia com as vitórias, não precisa ficar depressivo. ?O jogo é chave, é fundamental, espero que estejamos preparados e não tenho dúvida que a equipe tem tudo para voltar a fazer um grande jogo. É um momento importante, um momento decisivo. A cobrança é natural, diariamente acontece, mas precisamos estar mais atentos porque não dá mais para se dar ao luxo de um erro como vem acontecendo?, analisa Júnior. Por isso, ele diz que acredita na recuperação. ?Tenho certeza que a equipe vai fazer uma grande partida e conto com o apoio do torcedor?, diz.

De acordo com o treinador, a arquibancada tem que continuar fazendo a diferença. ?É o momento que o torcedor queria, que o time chegasse, conseguimos por mérito e acho que é um momento importante. Com a participação do torcedor nós podemos iniciar a recuperação em busca da classificação?, projeta. Para isso, dois empates bastam, mas a equipe não deve desperdiçar a chance de vencer no Alto da Glória e ir mais folgada para a partida da volta na Vila Capanema. Para tanto, a equipe muda em todos os setores devido a contusões (Dick, Pedro Ken e Rubens Cardoso), a suspensão do meia Marlos.

Assim, Nenê entra na zaga, Ricardinho continua na ala esquerda e Marcos Tamandaré e Carlinhos Paraíba voltam ao time. Além disso, o treinador resolveu apostar em Thiago Silvy para ser o companheiro de ataque de Keirrison. Com tudo isso, Henrique Dias fica de fora e o esquema tático passa a ser o 3-5-2.