O Criciúma venceu neste domingo o Náutico por 1 a 0, na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata, região metropolitana do Recife. No duelo dos lanternas da Série A do Campeonato Brasileiro, o time catarinense foi um pouco melhor, conseguiu o resultado positivo e ainda sonha com a permanência na primeira divisão.

Com o resultado, o Criciúma soma agora 36 pontos, ocupando a 17.ª posição, ultrapassando Ponte Preta e Fluminense, que perderam na rodada. Agora, os catarinenses estão a apenas um ponto do Vasco, que é a primeira equipe fora da zona de rebaixamento.

Já o alvirrubro pernambucano, que sofreu a oitava derrota consecutiva, entrou em campo sem grandes pretensões, matematicamente rebaixado. Com a derrota, continua com 17 pontos, na última colocação da tabela. Na próxima rodada, o Criciúma recebe o Atlético-PR em casa, na quarta-feira, às 21 horas. Já o Náutico encara o Fluminense no dia seguinte, no Maracanã, também às 21 horas.

O primeiro tempo deste domingo foi movimentado, mas com pouca objetividade, compatível com a campanha que os dois clubes vêm fazendo no Brasileirão deste ano. Ainda com chances de deixar a zona de rebaixamento, caberia ao Criciúma tomar a iniciativa do jogo. No entanto, foi o já rebaixado Náutico que chegou primeiro ao ataque, com Maikon Leite concluindo para fora aos sete minutos. O Criciúma só conseguiu a primeira finalização aos 36 e teve uma chance clara de gol aos 45, quando Lins ficou cara a cara com Ricardo Berna mas chutou para fora.

O segundo tempo começou com o Criciúma partindo para cima, mas falhando nas finalizações. Aos 15 minutos, João Vitor invadiu a área alvirrubra, driblou o goleiro Ricardo Berna, mas, sem ângulo, concluiu para fora. De tanto insistir, a equipe catarinense conseguiu abrir o placar aos 25 minutos, com Wellington Paulista, que chutou de fora da área sem chances para o goleiro do time pernambucano.

FICHA TÉCNICA:

NÁUTICO 0 X 1 CRICIÚMA

NÁUTICO – Ricardo Berna; Leandro Amaro, Diego (Morales), Alison e Derley; Gustavo Henrique, Elicarlos, Bruno Colaço e Tiago Real; Maikon Leite e João Paulo (Hugo). Técnico: Marcelo Martelotte.

CRICIÚMA – Galatto, Sueliton (Bruno Renan), Matheus Ferraz, Fabio Ferreira e Diego Hoffmann (André Gava); Henik, João Vitor, Ricardinho e Ivo; Lins e Wellington Paulista. Técnico: Argel Fucks.

GOLS – Wellington Paulista, aos 25 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Francisco Carlos do Nascimento (Fifa/AL)

PÚBLICO – 2.797 pessoas.

RENDA – R$ 50.332.

LOCAL – Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE).