Após duas derrotas seguidas no Campeonato Brasileiro da Série B, o Criciúma venceu pela primeira vez em casa na tarde deste sábado. No estádio Heriberto Hulse, o time bateu o Atlético-GO com gol de Juba, conquistando a vitória por 1 a 0, pela quarta rodada da competição. O resultado deixa o Criciúma com seis pontos, enquanto o Atlético-GO estaciona nos quatro pontos.

O time catarinense tinha estreado bem, fora de casa, ao vencer o Mogi Mirim, por 2 a 1, mas depois acumulou duas derrotas seguidas, em casa diante do ABC, por 2 a 0, mesmo placar da derrota em Pernambuco para o Náutico.

No jogo deste sábado, o Criciúma teve amplo domínio na etapa inicial. Com três grandes chances desperdiçadas, incluindo um pênalti cobrado por Cléber Santana que parou nas mãos de Márcio, o time da casa não deu espaços ao Atlético-GO e foi amplamente superior. Entretanto, não conseguiu abrir o placar na etapa inicial.

No segundo tempo, porém, o gol saiu. Após boa jogada de Silvinho, Juba apareceu livre na área para marcar aos 21 minutos. O Atlético-GO foi com tudo ao ataque para buscar o empate, mas parou na forte marcação do time da casa, que se fechou e garantiu o importante resultado.

Na terça-feira, pela quinta rodada, o Criciúma vai sair diante do Vitória, em Salvador, às 19h30, enquanto o Atlético vai tentar, em Goiânia, a reabilitação diante do Luverdense, às 21h50.

FICHA TÉCNICA

CRICIÚMA 1 X 0 ATLÉTICO-GO

CRICIÚMA – Luiz; Ezequiel, Wanderson, Fabio Ferreira e Cristiano; Wellington, Walfrido e Cleber Santana; Juba, Neto Baiano (Paulo Sérgio) e Silvinho (Douglas). Técnico: Moacir Júnior.

ATLÉTICO-GO – Márcio; Éder, Rafael, Marcos Winícius e Samuel (Sérgio Manoel); Pedro Bambu (Rafinha), Anderson Pedra, Sidicley e Ailton; Arthur e Ayrton (Luiz Fernando). Técnico: Marcelo Martelotte.

GOL – Juba, aos 21 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Walfrido (Criciúma); Marcus Winícius e Pedro Bambu (Atlético-GO).

ÁRBITRO – Marcelo Aparecido de Souza (SP).

RENDA – R$ 46.230,00.

PÚBLICO – 4.211 presentes.

LOCAL – Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC).