A atual crise financeira ameaça abater-se até mesmo sobre a organização das próximas Olimpíadas de Londres, atrasando a construção dos estádios e da infra-estrutura necessária para o evento, disse nesta quarta-feira (1.°) o jornal inglês Daily Telegraph.

Mesmo reconhecendo os constantes progressos do Parque Olímpico de Stratford, principal obra urbanística para os Jogos, a publicação afirma temer que ocorram graves atrasos nos prazos de entrega, além de um aumento descontrolado dos custos.

Até o momento a ODA, órgão público responsável pela construção das obras, conseguiu se proteger dos contragolpes econômicos, reorganizando a agenda de trabalho.

No entanto, restam grandes dúvidas sobre o financiamento total dos Jogos, um investimento de mais de 13 bilhões de euros que deverá ser coberto pela venda dos direitos de transmissão, patrocinadores privados e contribuições estatais.