Eis as notas do Athletico no empate em 1×1 com o Botafogo, nesta quarta-feira (9), na Arena da Baixada, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro.

Athletico

Santos: Fez boas defesas, e no pênalti não teve o que fazer – 6,5.

Jonathan: Sofre com a queda de rendimento físico – 5,5. Saiu para a entrada de Khellven, que não foi bem – 5.

Thiago Heleno: Lutou, brigou, fez o que pôde, mas sentiu a falta de ritmo – 6.

Felipe Aguilar: Ficou muito exposto por conta dos problemas do meio-campo do Athletico – 5,5.

Márcio Azevedo: Não vive boa fase. Deixou muito espaço em seu setor – 4,5.

Erick: Teve que se desdobrar para marcar e jogar – 7. Cansou e saiu para a estreia de Ravanelli, que salvou o Athletico – 7,5.

Lucho González: Jogou muito avançado e deixou um vazio no meio-campo – 4. Christian o substituiu mas se perdeu nos problemas do time – 5.

Léo Cittadini: Fazia um jogo regular, com bons passes. Não deveria ter saído – 6. Alvarado entrou em seu lugar sofrendo ainda com a adaptação ao time – 5.

Nikão: Voltou bem ao time, mas cansou no segundo tempo e acabou perdendo um pênalti – 6.

Fabinho: Fez um primeiro tempo muito bom, ganhando o duelo com Kevin. Mas caiu de produção até ser substituído – 6. Geuvânio entrou e provou que tem que ser titular – 6,5.

Guilherme Bissoli: Não está bem. Outro jogo em que pouco participou – 5.

Eduardo Barros: Errou na montagem do time, e demorou a colocar Geuvânio e Ravanelli – 5.

+ Confira todos os posts do blog AQUI!

Botafogo

Paulo Autuori montou o time no melhor estilo ‘saber sofrer’. Mas a entrada de Rhuan deu mais força ao Fogão.