Vamos às notas do Athletico na vitória por 2×1 sobre o Fortaleza, neste sábado (7), na Arena da Baixada, em jogo válido pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Athletico

Santos: Vive um momento de instabilidade – 5,5.

Khellven: Perdeu no mano a mano para Osvaldo – 5. Christian entrou no meio e melhorou muito o Athletico – 7.

Pedro Henrique: Salvou dois gols. Talvez o grande responsável pela vitória – 7,5.

Thiago Heleno: Não voltou bem ao time, cometendo erros infantis – 5.

Márcio Azevedo: Tem dificuldades para jogar em alto nível – 4. Abner o substituiu e mostrou que, mesmo em má fase, é melhor que o titular – 5.

Wellington: Foi mais capitão do que volante, se me entendem – 5.

Erick: O único que jogava no meio-campo virou lateral no segundo tempo. E seu fôlego ajudou o Athletico – 6,5.

Léo Cittadini: Atuação fraca de um dos destaques do Athletico – 4,5.

Nikão: Melhorou muito depois do gol, mas ainda está longe de ser o jogador que pode ser – 5,5.

Reinaldo: Não conseguiu produzir ofensivamente – 5. Carlos Eduardo entrou e botou fogo no jogo – 7,5.

Renato Kayzer: Pouquíssimo acionado no primeiro tempo, foi decisivo no final, com assistência e gol – 7,5.

Túlio Flores e Paulo Autuori: A escalação teve erros, mas as entradas de Christian e Carlos Eduardo mudaram a partida – 5,5.

+ Confira todos os posts do blog AQUI!

Fortaleza

Uma equipe bem arrumada por Rogério Ceni, mas que achou que era uma máquina de jogar futebol. Teve a chance de resolver o jogo no primeiro tempo, mas a soberba impediu e a bola puniu.