Chegou o dia que todos no futebol estavam esperando – vai começar o Brasileirão neste sábado (8), e já com nossos representantes em campo. Se Athletico e Coritiba já tiveram um aperitivo do que virá pela frente na final do Campeonato Paranaense, o desafio será ainda maior. Diante de Fortaleza e Internacional, Furacão e Coxa começam a medir forças com os melhores times do País. Agora é pra valer.

Há dez dias, tratei do que cada clube pode produzir neste Brasileirão. Mantenho o que tá escrito lá – o Athletico está na briga por uma vaga na Libertadores, o Coritiba está em um patamar abaixo, a famosa ‘zona do agrião‘. As partidas que decidiram o Paranaense abriram situações que animam e preocupam os dois times. E como o tempo é curto, não só entre a final e a estreia na Série A, mas também entre as rodadas, o negócio é correr pra corrigir o que não tá certo.

O Athletico em Fortaleza

Dorival Júnior tem uma grande oportunidade para arrumar a casa no Athletico. Sim, o Furacão conquistou o tricampeonato estadual, mas algumas peças não renderam nos dois jogos contra o Coritiba, e é justamente nestes setores em que os reforços podem ser utilizados. Se Edu, Pedro Henrique e Felipe Aguilar entram na briga pela zaga atrás de Lucas Halter e Thiago Heleno, outras novidades têm mais chances de jogar.

Na lateral-direita, suspeito que Khellven não será mais a quarta opção. Ouvi algumas pessoas, que admitiram que o jovem jogador sentiu o impacto da transformação radical de sua vida de um ano pra cá, mas que agora estaria superando essa dificuldade. Richard pode ser uma opção para um jogo de mais marcação no meio, ao lado de Wellington e liberando Léo Cittadini. E Geuvânio surge como uma opção imediata de jogo no lugar de Carlos Eduardo.

Walter, Athletico, Brasileirão
Walter tá fininho, e todo mundo quer saber como ele vai render em campo. Foto: Reprodução/Instagram

Mas há forte expectativa para Jaime Alvarado e Walter. Como quase todo gringo que vem pra cá, o que se espera é que o colombiano chegue para resolver. Precisamos ter paciência com ele. E Walter tem bola sobrando para ser titular. Terá uma jornada árdua para a recuperação do ritmo de jogo, mas o talento ajuda e o foco de atleta também. O Fortaleza é um time muito bem organizado por Rogério Ceni e quer entrar na briga em que o Athletico já é participante, a da vaga na Libertadores. O jogo das 19h deste sábado não será fácil.

O Coritiba contra o Inter

Após perder em casa o Campeonato Paranaense, o Coritiba tem pouco tempo para juntar os cacos. Encarar o Internacional, um dos candidatos a título, já na primeira rodada, é um desafio e tanto para o Coxa. O jogo das 19h30 no Couto Pereira terá que ser encarado como uma decisão, pois é preciso ter em mente que qualquer objetivo alviverde no Brasileirão passa por, antes de tudo, atingir a pontuação necessária para fugir do rebaixamento.

Não adianta, nesse momento, o Coritiba fazer planos ousados. A permanência na Série A é o plano fundamental. Conseguida a pontuação, aí sim se olha para cima. E dentro desse pensamento, os jogos em casa são fundamentais. E mesmo que já venham Internacional neste sábado e o Flamengo no próximo domingo (16), será preciso somar pontos. E ainda com o impacto emocional da perda de Rafinha pelos próximos quatro meses.

Brasileirão, Coritiba, Neílton
Neílton chegou para ser titular. E deve ser desde a estreia no Brasileirão. Foto: Divulgação/Coritiba

Neílton, que já seria uma opção para jogar desde o início, carregará também a responsabilidade de substituir o principal jogador alviverde. Eduardo Barroca certamente repetirá o desenho tático das finais contra o Athletico, marcando com duas linhas e Nathan Silva entre elas. Não vou me surpreender se mais um volante, como Renê Júnior ou Matheus Bueno, entrar no lugar de Gabriel (ou mesmo de Rafinha). Diante de um fortíssimo Colorado, o Coritiba vai jogar no erro adversário.

A rodada do Brasileirão

Todo mundo está curioso para ver Flamengo x Atlético-MG. De um lado, o campeão brasileiro do ano passado com um pé nas costas estreando novo treinador, Domènec Torrent. De outro, o agora milionário Galo liderado por Jorge Sampaoli – que em 2019 fez do Santos o principal concorrente flamenguista. Torço pra que tenhamos equilíbrio, até como um sinal de que o Brasileirão será mais emocionante.

+ Confira todos os posts do blog AQUI!

Outra expectativa é o Bragantino, que vai à Vila Belmiro encarar o Santos esfacelado após a inexplicável demissão de Jesualdo Ferreira. No São Paulo, Fernando Diniz tá pressionado e encara o Goiás de Ney Franco em um jogo imprevisível. O Ceará é favorito mesmo enfrentando o Sport em Recife, e Grêmio e Fluminense fazem um jogo que promete muitos gols. Que seja um ótimo início de campeonato.


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?