Sem demora, vamos às notas do Coritiba na derrota por 1×0 para o Atlético-MG, neste domingo (6), no Couto Pereira, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

Coritiba

Wilson: Foi bastante exigido e fez boas defesas, inclusive no lance que originou o gol do Atlético-MG – 7.

Jonathan: Passou por bons apuros na marcação de Keno. Melhorou no segundo tempo – 5,5. Natanael o substituiu no final da partida – sem nota.

Rodolfo: Teve algumas dificuldades diante da blitz dos visitantes – 5,5.

Sabino: Mais uma vez sobressaiu na defesa do Coritiba – 6,5.

William Matheus: Guga o impediu de avançar no primeiro tempo, mas foi mais participativo no segundo tempo – 6.

Matheus Sales: Sofreu com a pressão do Galo e teve uma atuação abaixo das partidas anteriores – 6.

Matheus Galdezani: Sacrificado pela ausência de um extrema, não rendeu – 5,5. Igor Jesus entrou aberto pela direita e melhorou bastante quando foi para o meio da área – 6.

Matheus Bueno: Outro que foi envolvido pelo domínio adversário. Cresceu com a melhora do Coritiba – 6. Giovanni entrou, e em dez minutos mostrou que logo voltará a ser titular – 6.

Giovanni Augusto: Não conseguiu contribuir com o jogo do Coritiba no primeiro tempo – 5. Hugo Moura o substituiu e foi muito bem – 7.

Robson: A luta de sempre e duas ótimas chances defendidas por Rafael – 6,5.

Sassá: Na etapa inicial, praticamente não jogou. Depois melhorou, mas finalizou pouco – 5,5.

Jorginho: A entrada de Igor Jesus desorganizou o time, mas o técnico do Coritiba agiu rápido e arrumou a casa com Hugo Moura – 6.

+ Confira todos os posts do blog AQUI!

Atlético-MG

O Galo é muito forte. Um raro time com identidade no Brasileirão, graças ao trabalho de Jorge Sampaoli. Em campo, destaque para Guga e Savarino, que fizeram uma ótima dupla pela direita.