Bem, então é isso: Rony vai ser jogador do Palmeiras. Os números todos sabemos há um tempo, 6 milhões de euros por parte dos direitos econômicos do atacante do Athletico. Aí também entram o abatimento de parte da transferência de Carlos Eduardo, ajustes aqui e ali e martelo batido. Rony e seus representantes vão ganhar, o Palmeiras terá um reforço que aguardava e os cofres do Furacão recebem mais uma grana. Só perde o time do Athletico.

+ No podcast De Letra, a seleção da década do futebol paranaense!

Domingo (16), lá em Brasília, foi possível conversar com a comissão técnica do Athletico. Em público, o técnico Dorival Júnior festejava a permanência de Rony, confirmava que tinha recebido essa informação da diretoria e dizia que a renovação do camisa 7 era a melhor notícia do início da temporada. Nos bastidores, esperava-se a entrada definitiva em forma do jogador, que passara os dias anteriores fora do foco natural.

Até que…

Tudo mudou porque o Athletico não gostou da postura dos representantes de Rony. É certo que quem cuida da carreira do atacante realmente complicou em alguns momentos o negócio, mas houve um acerto, arestas foram aparadas, erros foram admitidos, era só assinar. Mas o presidente Mário Celso Petraglia decidiu que não queria mais.

+ É possível uma união de fato entre Athletico, Coritiba e Paraná Clube?

E, como se sabe, Petraglia decide tudo sozinho. Após o afastamento de dez dias para tratar dos problemas no intestino, ele voltou sem paciência para negociar. Soube das idas e vindas dos representantes de Rony – a principal delas relatada assim pelo Mafuz – e chutou o balde. O Palmeiras foi procurado, aceitou conversar de volta e a discussão de mais de um mês acabou em alguns dias.

A ira de Petraglia

Foto: Albari Rosa/Arquivo

Há momentos em que Mário Celso Petraglia pensa com o fígado. Nesses momentos, pouco importa o impacto que o Athletico sofrerá, e sim a satisfação em fazer o que apenas lhe interessa. Enfraquecer o time? Não tem problema, o que o presidente do Furacão quer vale mais. Foi quebrada a palavra dada a Dorival Júnior, mas nunca mais Rony vai vestir a camisa rubro-negra.

E agora? O que Petraglia vai fazer? O que o Athletico vai fazer? Robson Bambu está indo embora também, já que Pedrão está chegando? Não vou falar que é preciso contratar, afinal somos ‘terceiros’, como diz Paulo André. Repito o que disse: conversem com Dorival Júnior e vejam o que ele tem a dizer.

+ Confira todos os posts do blog AQUI!