Seguem as notas do Paraná Clube na derrota por 1×0 para o Cruzeiro nesta sexta-feira (30), no Mineirão, pela 19ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Paraná Clube

Marcos: O melhor do Paraná Clube. Mesmo sofrendo dois gols, fez defesas que impediram uma derrota mais pesada – 7,5.

Paulo Henrique: Seu jogo foi parado pelos adversários – 5,5.

Salazar: Falhou no primeiro gol do Cruzeiro – 5,5.

Hurtado: Estava mais inseguro que de costume – 5.

Juninho: Fez o torcedor sentir saudade de Jean Victor – 5.

Jhony: O mais lúcido do meio-campo, mesmo fortemente marcado. Mesmo com cartão amarelo, não deveria ter saído – 7. Foi substituído por Karl, que não fez nada de especial – 5.

Higor Meritão: Submeteu-se à marcação do Cruzeiro e pouco apareceu – 5.

Renan Bressan: Caiu de produção a ponto de sua substituição ser acertada – 5. Bruno Xavier entrou e tentou agitar o time – 5,5.

Thiago Alves: Não rendeu. Teve alguns momentos no primeiro tempo, mas foi só – 5,5. Vitinho entrou no final do jogo, e já passou da hora de ter mais tempo – sem nota.

Andrey: Não foi tão individualista como em outros jogos do Paraná Clube, mas não melhorou seu rendimento – 5.

Léo Castro: Esforçado, mas tecnicamente abaixo do titular Bruno Gomes – 5. Guilherme Biteco o substituiu e foi melhor – 5,5.

Allan Aal: Demorou para mexer. E precisa pensar na utilização mais constante de Vitinho – 5.

+ Confira todos os posts do blog AQUI!

Cruzeiro

Luiz Felipe Scolari, acima das questões táticas, passou confiança para o time mineiro. Isso é fundamental, ainda mais em uma Série B. Em campo, o rápido Aírton foi o destaque da Raposa.