Entendo um pouco a irritação do técnico Allan Aal, do Paraná Clube. Apostando na Copa do Brasil, por conta da necessidade financeira tricolor e da visibilidade que a competição permite, o treinador preferiu poupar quase todo o time titular e correr mais riscos no jogo que valia a classificação para as quartas de final do Campeonato Paranaense. Derrotado pelo Toledo por 1×0, o Paraná segue na competição, preservou atletas, mas viu as competições nacionais serem suspensas pela CBF.

+ Confira a classificação final da primeira fase do Paranaense!

Digo que entendo um pouco porque é preciso parar tudo. Estava na cara que isso iria acontecer, qualquer situação que envolva aglomerações e não seja essencial vai ser suspensa por causa do novo coronavírus. É o melhor a ser feito, e a atitude da CBF tem que ser seguida pelas federações estaduais, incluindo a nossa gloriosa FPF. Se não podemos parar com o transporte público e com o trabalho de muita gente, o futebol pode esperar um tempo.

Dito isso, Allan Aal tem motivos para reclamar. A decisão da CBF chegou apenas seis minutos antes do horário do início do jogo no 14 de Dezembro. Caso fosse anunciada na sexta-feira, ou mesmo na quinta, quando jogadores e clubes começaram a se movimentar pedindo a paralisação do futebol brasileiro, a decisão estratégica do treinador do Paraná Clube poderia ser outra – até porque não sabemos quando os jogos retornarão.

+ Confira o podcast De Letra com o comentarista Jairo Silva!

Mas, claro, é mais importante pensarmos na saúde agora. Se não foi feito do jeito certo, e naturalmente prejudicou mais alguns clubes e menos outros, o momento é de todos seguirmos as orientações das autoridades competentes na saúde pública.

O jogo

Robson com a bola. O atacante ficou devendo de novo. Foto: Carlos Chiossi/Foto Digital

Em campo, o Paraná Clube novamente deixou claro que o elenco tem carências técnicas. Sob o forte calor em Toledo, e diante de um adversário que jogava a vida para se manter na primeira divisão, o Tricolor não teve forças para se impor e conseguir pelo menos o empate. Mas como o Cascavel CR não venceu, a classificação veio na oitava posição.

Com a parada, ganha-se tempo para muita coisa. O Paraná Clube precisa resolver essa questão do parceiro, tentar pensar já em reforços e olhar pros desafios que virão depois da parada do coronavírus – os mais próximos são o Botafogo e o mata-mata contra o Coritiba. É hora de estar de bom com a saúde e de olho no futuro.

+ Confira todos os posts do blog AQUI!