Já temos dois campeonatos estaduais em andamento, mas isso não significa que podemos pensar na volta do Paranaense. Ainda mais pelo real motivo que interessa aos clubes e principalmente à Federação Paranaense de Futebol. Em resumo, o pagamento da última cota dos direitos de transmissão só sai com o retorno da competição.

+ Ouça o podcast De Letra com o craque Valmir Gomes!

O DAZN retomou os pagamentos já no decorrer desta paralisação por conta da pandemia do coronavírus. E, convenhamos, está no seu direito de só pagar a última parcela com a realização do restante do campeonato. Mas os clubes e a FPF não poderiam pensar nisso como uma razão definitiva para apressar uma volta do Paranaense.

Como imaginar que os cartolas falam em retomar competições com o número de casos de covid-19 no Athletico e com um integrante da comissão técnica do Coritiba internado em estado grave? Como os presidentes da dupla Atletiba pensam nisso agora? Não podemos esquecer que o presidente rubro-negro passou por um problema sério de saúde ano passado e o mandatário coxa foi obrigado a fazer o exame porque se reuniu com o presidente da República.

Empatia

Falta empatia por parte dos principais cartolas ao pensar na volta do Paranaense neste momento. Em nome dos envolvidos no futebol que estão infectados, dos mais de 35 mil atingidos pelo coronavírus no estado e dos quase 900 mortos. Integrados à sociedade, convivendo com essa crise sanitária, deveriam ter mais sensibilidade. E além disso, entenderem o recado da secretaria da Saúde, que não quer papo por enquanto.

É compreensível que os clubes do interior estejam precisando do dinheiro da TV. Afinal, para alguns é a única fonte de receita em todo o ano, e será preciso receber essa grana para quitar os débitos que virão. Mas há formas e formas de agir, e a maneira como os cartolas se movimentam passa no mínimo a impressão de que não se tem noção da realidade.

Volta do Paranaense ou Brasileirão?

E fica a pergunta: vale mais essa retomada apressada do Campeonato Paranaense ou as quatro séries do Brasileirão? Por isso, se há uma necessidade tão grande de voltar com o Estadual, que se abra mão de datas pra que seja mais fácil obter o aval das autoridades de saúde. E também para que se dê o tempo necessário para ser pelo menos razoável pensarmos em futebol.

Leia também:

+ Libertadores 2005: a raiva que mudou a história do Athletico
+ Por que os russos desistiram do Paraná Clube?
+ Porque “queimamos” revelações do futebol paranaense?


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?


+ Confira todos os posts do blog AQUI!