A revista alemã Der Spiegel divulgou uma reportagem bombástica que respinga diretamente na reputação do craque português Cristiano Ronaldo, da Juventus. Kathryn Mayorga, de 34 anos, veio a público para denunciar um suposto estupro que teria ocorrido há nove anos, em Las Vegas.

No texto, a publicação diz que o caminho dos dois se cruzou em uma boate da cidade californiana, conhecida como um verdadeiro templo da diversão. Os dois acabaram no quarto onde o jogador estava hospedado e onde teria acontecido o ato de violência.

Ainda de acordo com a revista, o jogador pagou US$ 375,00 a ela alguns meses depois do ocorrido para que ela se mantivesse calada. Ela diz que decidiu se pronunciar apenas agora porque se sente mais fortalecida. O atacante nega as acusações.