Contratado pelo Real Madrid como o jogador mais caro da história, o português Cristiano Ronaldo começou a justificar nesta terça-feira os 94 milhões de euros pagos pelo clube espanhol ao Manchester United. Ronaldo foi fundamental na vitória por 4 a 2 sobre a LDU, em jogo válido pelo torneio amistoso Copa da Paz. Diante dos milhares de torcedores presentes ao Estádio Santiago Bernabéu, em Madri, o atacante marcou seu primeiro gol com a camisa do Real.

Atuando ainda sem o brasileiro Kaká, que assistiu à partida das tribunas, o Real Madrid mostrou desentrosamento no primeiro tempo e ia deixando sua torcida impaciente. Depois de 45 minutos sem gols, Cristiano Ronaldo tratou de incendiar a partida logo no início da segunda etapa. O astro português pegou a bola na esquerda e partiu em direção ao gol. Com suas características pedaladas, ele passou por dois jogadores da LDU, mas foi derrubado na área por Araujo.

O pênalti foi marcado e Ronaldo não hesitou em pedir a bola. Com categoria, bateu bem e abriu o placar no Santiago Bernabéu, marcando seu primeiro gol pelo Real. Na sequência, continuou se destacando na partida. Aos oito minutos do segundo tempo, o português chutou forte de fora da área e o goleiro da LDU deu rebote, que Granero não desperdiçou. Os 2 a 0 no placar, porém, não refletiam o panorama do jogo, que tinha o time equatoriano bastante ofensivo.

A disposição da LDU para atacar resultou no gol de Vera, aos 23 minutos, diminuindo a vantagem do Real. Animada, a equipe campeã da Libertadores em 2008 foi para cima, mas acabou tomando o terceiro. Com 26 minutos, o zagueiro alemão Metzelder marcou de cabeça, fazendo 3 a 1. Mesmo assim, Vera ainda fez o segundo da LDU e manteve as esperanças de buscar o empate, que foram encerradas com o gol de Negredo, já nos acréscimos, fechando o placar por 4 a 2.

Com a vitória no Santiago Bernabéu, o Real Madrid se classificou para as semifinais da Copa da Paz. Na sexta-feira, a equipe espanhola enfrenta a Juventus, dos brasileiros Diego e Felipe Melo, em Sevilha. No jogo, Cristiano Ronaldo será novamente titular, mas Kaká ainda não deve atuar. Depois de voltar a treinar nesta segunda, o meia ainda precisa de tempo para readquirir a forma física ideal.