Com uma atuação vibrante da dupla de ataque formada por Thiago Ribeiro e Kléber, o Cruzeiro venceu o Vélez Sarsfield por 3 a 0, nesta quarta-feira, no Mineirão, e assumiu a liderança do Grupo 7 da Libertadores. A vitória levou a equipe mineira aos 10 pontos, a mesma pontuação do time argentino, mas com um saldo de gols maior.

A vitória também deixa o Cruzeiro perto da classificação para as oitavas de final da Libertadores. O time encerra sua participação no Grupo 7 em jogo contra o Colo Colo, no dia 15 de abril, em Santiago, quando precisa ganhar novamente para ficar com a vaga sem depender de qualquer resultado.

Foi a primeira vitória cruzeirense sobre o Vélez em um confronto válido pela Libertadores. A equipe de Belo Horizonte entrou em campo determinada, mas quem fez a diferença foi mesmo a dupla de atacantes. Aos 17 minutos, Kléber quase inaugurou o placar num chute da entrada da área. Mas aos 32, numa bela jogada individual, Thiago Ribeiro teve mais sucesso: 1 a 0, com um chute da entrada da área.

Na etapa final, os companheiros de frente do Cruzeiro mostraram mais sintonia. Assim, o time da casa consolidou a importante vitória em menos de 10 minutos. Aos três, Thiago Ribeiro cruzou pelo lado direito e Kléber, oportunista, empurrou para o gol: 2 a 0. Seis minutos depois, Kléber recebeu outro “presente” de Thiago Ribeiro e tocou na saída de Montoya para fazer 3 a 0.

Do outro lado, o goleiro Fábio praticamente assistia ao jogo. E o Cruzeiro chegou a colocar os adversários “na roda”, para o delírio dos 43 mil torcedores pagantes no Mineirão. A situação do Vélez ficou ainda mais difícil quando o árbitro colombiano Wilmar Roldán expulsou Somoza, aos 36 minutos. Com um jogador a menos, o time argentino até que se esforçou, mas não conseguiu mudar o placar final.

FICHA TÉCNICA:

Cruzeiro 3 x 0 Vélez Sarsfield

Cruzeiro – Fábio; Jonathan, Thiago Heleno (Gil), Leonardo Silva e Diego Renan; Fabinho, Henrique, Marquinhos Paraná e Gilberto (Fabrício); Thiago Ribeiro (Wellington Paulista) e Kléber. Técnico: Adilson Batista.

Vélez Sarsfield – Montoya; Gastón Díaz (Lima), Sebá, Otamendi e Emiliano Papa; Cubero, Somoza, Zapata e Moralez (Cabrera); Hérnan López (Martínez) e Santiago Silva. Técnico: Ricardo Gareca.

Gols – Thiago Ribeiro, aos 32 minutos do primeiro tempo; Kléber, aos três e aos nove minutos do segundo tempo.

Árbitro – Wilmar Roldán (COL).

Cartões amarelos – Gilberto, Kléber, Fabrício e Santiago Silva.

Cartão vermelho – Somoza.

Renda – R$ 839.118,90.

Público – 43.374 pagantes.

Local – Estádio Mineirão, em Belo Horizonte.