O técnico Emerson Ávila faz sua estreia no comando do Cruzeiro neste domingo, em confronto com o Palmeiras, a partir das 16 horas, no Pacaembu, pela 21ª rodada do Brasileirão. E ele chega com a missão de acabar com a irregularidade da campanha cruzeirense na competição: dos 20 jogos disputados até agora, a equipe ganhou oito, perdeu nove e empatou três – está com 27 pontos.

Antigo coordenador técnico do clube, Emerson Ávila foi escolhido para substituir o demitido Joel Santana. E já assume o time com o mesmo problema que assombrou o seu antecessor, principalmente no último jogo. Pelo menos seis jogadores não poderão atuar neste domingo.

O volante Fabrício está suspenso, o goleiro Fábio acompanha a seleção brasileira para o amistoso contra Gana, e os laterais Diego Renan e Vitor, além dos atacantes Wellington Paulista e Ortigoza, estão contundidos – os quatro estão permanecem vetados pelo departamento médico.

No primeiro treino que comandou, o novo técnico do Cruzeiro mostrou que pode usar o meia argentino Montillo no ataque. O ídolo cruzeirense cumpriu suspensão na derrota para o Figueirense na última rodada e está novamente à disposição. Além do retorno dele, deixando Roger e Gilberto na armação, Emerson Ávila ainda manteve no time o goleiro Rafael, o lateral Gabriel Araújo e o volante Sandro Manoel, os acionados por Joel para preencher as lacunas causadas pelos desfalques.

“A gente espera ter uma equipe coesa, compacta, mesmo com as ausências que teremos nos próximos jogos”, afirmou o novo técnico do Cruzeiro, que deseja ver um time que possa “jogar bem, criar situações de gol”, além de “marcar de maneira eficiente”. “Tem que ser essa nossa ideia para a partida de domingo contra o Palmeiras”, declarou Emerson Ávila.