Curitiba vai respirar skate nos próximos dias. A capital paranaense recebe no sábado, dia 12 de outubro, os maiores nomes do skate nacional para participarem da segunda etapa da Copa Brasil de Skate Vertical, que promete uma competição de tirar o fôlego com um verdadeiro show sobre quatro rodinhas.

O campeonato, oficializada pela Confederação Brasileira de Skate (CBSk), é uma das atrações do Circuito Banco do Brasil, evento que reúne arte, música, cultura e esporte, e será realizado no Bioparque (Av. Senador Salgado Filho, 7636), a partir das 14 horas.

Apesar de ser considerada uma das principais capitais do skate, Curitiba não recebe há 21anos uma competição de vertical. “Há duas décadas que o público não tem a oportunidade de assistir um campeonato como esse. Será uma um incentivo para novos adeptos e também vamos oferecer ao público a chance de conferir de perto alguns dos maiores nomes da modalidade”, revela Marcelo Santos, presidente da CBSk.

A competição também marca o lançamento de um half pipe inédito no Brasil. A pista em formato de “U” tem as medidas mais atuais em atividade no mundo, com 18m de largura, 17m de comprimento e 4,20 m de altura.

Entre os nomes já confirmados está o paulista Sandro Dias, o Mineirinho, vencedor da primeira etapa, em Salvador. O hexacampeão mundial (2003,2004,2005, 2006, 2007 e 2011) é considerado o “Rei do 540”, e foi o terceiro skatista no mundo a acertar a manobra 900º, e o primeiro a voltá-la durante sua linha em uma competição.

Completam a lista, Edgard Vovô (MG), medalha de bronze nos X-Games de 2011 no Big Air (Mega Rampa) e os paranaenses Marcelo Kosake, tricampeão brasileiro, e os irmãos Mizael e Vitor Simão. A nova geração estará representada por Rony Gomes (SP), atual campeão mundial no vertical, Pedro Barros (SC), tetracampeão mundial no bowl (2010,2011,2012 e 2013), e Dan Cesar (SP), campeão brasileiro em 2010.

As inscrições devem realizadas pelo email esporte@cbsk.com.br até sexta, dia 11 de outubro, ou no local, das 13h30 às 17h30. Serão até 30 atletas profissionais por etapa, divididos em três baterias. Nas eliminatórias, cada skatista terá direito a três voltas com até 11 manobras cada. A final será disputada entre os 10 melhores atletas.

A Copa vai distribuir mais de R$ 240 mil em prêmios, sendo R$40 mil por etapa. O vencedor de cada etapa ganha um prêmio em dinheiro de R$ 10 mil. O segundo lugar leva R$ 7,5 mil e o terceiro, R$ 5,5 mil. Há premiação para os 12 primeiros colocados. Para formação do ranking da competição, serão atribuídos pontos para cada colocado em cada etapa. O skatista com maior pontuação ao final das seis fases será considerado o campeão do Circuito. Paralelamente à competição, também acontece clínica de skate com até 40 participantes.