O Curitiba Vôlei apresentou, nesta quinta-feira (13), a equipe que vai disputar a primeira divisão do Campeonato Brasileiro de Voleibol Feminino – Superliga A. Depois de 15 anos, a capital paranaense volta a receber jogos da elite do vôlei nacional. A equipe conquistou uma vaga na disputa depois de ser campeão da Superliga B.

+ Leia mais: Tiago Nunes confia no padrão de jogo do Furacão

O time surgiu em agosto de 2016 e desde o início, está sob o comando técnico de Clésio Prado e a liderança dentro de quadra da experiente Valeskinha, campeã olímpica pela seleção brasileira em Pequim (2008). Além disso, a equipe de trabalho é composta por pratas da casa. “Uma das nossas preocupações desde o início é valorizar os profissionais paranaenses”, diz Clésio Prado.

+ Também na Tribuna: Coxa vai mudar meio time contra o Londrina

A novidade desta nova etapa é a união educação com o esporte em um projeto de alto rendimento, já que o time tem patrocínio da Universidade Positivo (UP), onde são realizados treinamentos e jogos da temporada. A inteção é deixar o Curitiba Vôlei como espelho dentro da universidade e no meio acadêmico.

Do time campeão da Superliga B, continuam, além de Valeskinha, a líbero Ana Eliza Caetano de Camargo (Aninha), a oposta Aline Aparecida Siqueira (Wime) e a central Vivi Góes. “Temos uma equipe que mescla a experiência e a juventude. Um time que se fortalece dia após dia, ciente dos desafios que irá enfrentar”, reforça Clésio Prado.

+ Confira ainda: Atlético e Paraná estão na zona de rebaixamento como visitantes

Há quase dois meses treinando para a Superliga, a equipe está composta atualmente por 14 atletas, mas o técnico afirma que ainda está atrás de reforços. “Pretendemos iniciar a temporada com entre 16 e 18 atletas no elenco”, completa o treinador.

A primeira fase da Superliga 2018/2019 começa em novembro. O Curitiba Vôlei terá 11 jogos em casa e outros 11 fora. Os adversários serão Dentil Praia Clube (MG), Sesc-RJ, Minas Tênis Clube (MG), Osasco/Audax (SP), Hinode Barueri (SP), Fluminense (RJ), E.C. Pinheiros (SP), Sesi Vôlei Bauru (SP), São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP) e BRB/Brasília Vôlei (DF) e o Vôlei Balneário Camboriú (SC). A previsão de datas para as três partidas que definirão o campeão da temporada é de 20 e 27 de abril de 2019 e, se necessário, 4 de maio. Modificações poderão ser feitas em função da televisão, já que os jogos serão televisionados pelo SporTV.

 APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!