Como o Paraná Online havia antecipado, o Atlético confirmou ontem o administrador Dagoberto Fernando dos Santos como diretor geral do Atlético. O profissional não atuará diretamente no futebol, mas terá participação no setor. Dagoberto será o primeiro homem forte do Furacão, logo depois dos integrantes do conselho administrativo.

O departamento de futebol será responsabilidade de Sandro Orlandelli. Olheiro do Arsenal, da Inglaterra, para a América Latina, uma das grandes descobertas de Sandro foi o volante Denílson, que pertence ao Arsenal e está emprestado ao São Paulo até a metade de 2012.

Além de ser olheiro, Orlandelli também já trabalhou em comissões técnicas, seja como técnico, auxiliar ou preparador físico. Em seu currículo, ele contabiliza passagens por São Paulo, Corinthians, Yokohama (Japão), Malmo (Suécia), Saint Etienne (França) e o Al Hilal Al Saudi Club (Arábia Saudita).

Sandro Orlandelli também será responsável pela equipe júnior do Atlético, ficando encarregado de conduzir jogadores com até 23 anos. De acordo com a nota publicada no site oficial do Atlético, a escolha dos profissionais, em especial os da comissão técnica, é uma maneira de inovar no mercado, para fugir dos profissionais brasileiros que estão com salários supervalorizados. Porém, a direção do clube seguirá entre profissionais do país.