Rio – A ginasta brasileira Daiane dos Santos começou bem a luta pelo bicampeonato na prova de solo do Mundial de Ginástica, que está sendo disputado em Melbourne, Austrália. Ontem, ela conquistou a primeira colocação na fase classificatória, com a nota 9,550, na competição que marca a despedida da coreografia baseada no chorinho "Brasileirinho", de Valdir Azevedo.

"Foi tudo bem, fiz o que tinha que fazer", disse Daiane. Campeã no Mundial de Anaheim, nos Estados Unidos, em 2003, ela levou o público australiano ao delírio. Além da classificação à final do principal evento da modalidade, a Pérola negra ainda viu duas das suas principais rivais serem eliminadas da final.

A romena Catalina Ponor, atual campeã olímpica, conquistou a nota 9,200, insuficiente para ficar entre as oito melhores colocadas. O mesmo aconteceu com a chinesa Fei Cheng.

Assim, a principal concorrente de Daiane, que terá a honra de ser a última a se apresentar na final de domingo, deverá ser a norte-americana Alicia Sacramone, que ficou em segundo lugar na fase classificatória com a nota 9,500.

"Não ficou mais fácil, não. Algumas ótimas competidoras saíram, mas terei sete boas oponentes e precisarei acertar a minha série", disse Daiane, que apontava Cheng, Ponor e Sacramone como suas principais rivais na luta pela medalha de ouro.

Daniele finalista

Além de Daiane, Daniele Hypólito vai lutar por medalha em Melbourne. Ela ficou em 18.º lugar na fase classificatória do individual geral, disputa onde são somadas as notas dos quatro aparelhos, com um total de 34,961 pontos. A primeira colocada foi a norte-americana Anastasia Liukin, com 37,424 pontos.

Já Camila Comin foi eliminada nas barras paralelas (em que obteve a 8,812) e na trave (nota 7,862). Laís Souza, por sua vez, foi afastada da disputa, em função de uma queda no treino de domingo.