O meia D’Alessandro ficou de fora do treino do Internacional nesta sexta-feira, mas não deve ser desfalque para o jogo contra a Chapecoense, domingo, no Beira-Rio. O argentino sentiu dores e fez trabalho específico no vestiário. O técnico Diego Aguirre, no entanto, tratou de negar qualquer preocupação.

“O D’Alessandro treinou normalmente ontem [quinta]. A ideia é que jogue domingo. Ele sentiu uma dor e preferiu ficar lá dentro. Caso não ocorra nada, ele jogará”, declarou o treinador, sem dar detalhes sobre as dores do meio-campista.

Aguirre aproveitou a atividade desta sexta para encaminhar a equipe que jogará no domingo. Sem D’Alessandro, escalou Alex entre os titulares no treino. Mas a formação mais provável deve ter Alisson; William, Réver, Juan e Ernando; Dourado, Anderson, Sasha, D’Alessandro e Valdívia; Lisandro López.

Assim, o treinador indicou que não deve poupar nenhum titular, apesar da expectativa de preservar alguns atletas pendurados, como William, Rodrigo Dourado, Lisandro López, todos com dois cartões amarelos. Se forem advertidos no domingo, ficarão fora do clássico com o Grêmio na rodada seguinte, no dia 9, na casa do rival. Os reservas Jorge Henrique e Vitinho, que costumam entrar em campo em quase todos os jogos, também estão pendurados.

TRANSFERÊNCIAS – A diretoria do Inter fechou nesta sexta o empréstimo dos atacantes Maurides e Leandro para o Arouca, da primeira divisão portuguesa. Os dois jogadores foram revelados na base do Inter e devem jogar ao menos uma temporada no novo clube. O Arouca tem a opção de compra dos dois atletas ao fim do vínculo por empréstimo.