Com a vitória por 3 a 0 diante do Mixto-MT, na noite de quarta-feira, o Santos deixou para trás o fracasso na decisão do Campeonato Paulista contra o Ituano, avançou à segunda fase da Copa do Brasil e já projeta a conquista de três pontos na estreia do Campeonato Brasileiro, no encontro com o Sport, domingo, na Vila Belmiro.

“É claro que a vitória, com a classificação, nos traz um alento em função das circunstâncias do que passamos no domingo. Agora são duas novas competições. Passamos na Copa do Brasil e vamos enfrentar o Sport com muito otimismo no começo do Brasileiro, domingo” afirmou Oswaldo de Oliveira, técnico do Santos.

Além da vitória, Oswaldo passa a ter novas opções para armar o time para estrear no Brasileiro. Gabriel, que voltou a jogar bem na posição que havia perdido para Leandro Damião e fez dois gols, e Lucas Lima, que substituiu Diego Cardoso no começo do segundo tempo, melhoraram muito a equipe. Se Cícero e Leandro Damião, que foram desfalques no jogo de quarta-feira, não se recuperarem até sábado, Gabriel vai continuar atuando como atacante mais avançado e Lucas Lima será titular.

“Se Cícero de Damião estiverem bem, serão titulares. Aguardamos pela recuperação deles até pouco antes da partida contra o Mixto, mas Cícero ainda sente fortes dores na costela, devido ao pisão que sofreu contra o Ituano, e Damião tem um incômodo no músculo”, adiantou Oswaldo.

O treinador deu poucas esperanças para Lucas Lima ser efetivado ao lado de Arouca e Cícero. “Ele é um articulador e foi bem para conseguirmos furar o bloqueio do Mixto. No segundo tempo, embora lá em Cuiabá, mesmo com a presença dele, tivemos muitas dificuldades”, disse. “Espero que Lucas continue nos ajudando quando for necessário”, finalizou o técnico.