O Atlético-MG realizou um jogo-treino nesta quarta-feira contra a Patrocinense, time da segunda divisão do Campeonato Mineiro, mas não conseguiu nada melhor do que um empate em 1 a 1. O time do interior saiu na frente com Vanvan e Rafael Marques empatou apenas no final da atividade.

Cuca preferiu fugir do padrão e escalou os reservas para começarem o jogo-treino e deixou os titulares para atuarem na segunda etapa. A novidade foi a volta de Danilinho para o time titular. Ele treinou na equipe principal durante toda a pré-temporada, mas acabou substituído por Guilherme na estreia porque precisava cumprir uma suspensão ainda relativa ao Campeonato Mineiro de 2008. Agora, parece ter recuperado a posição.

Assim, o time titular foi formado por Renan Ribeiro; Carlos César, Réver, Rafael Marques e Richarlyson; Pierre, Leandro Donizete, Escudero e Bernard; Danilinho e André. Os reservas jogaram com Giovanni; Marcos Rocha, Werley, Lima e Triguinho; Fillipe Soutto, Serginho, Mancini e Wesley; Neto Berola e Guilherme.

Pela terceira vez em três jogos-treino, o Atlético-MG desperdiçou um pênalti. Desta vez quem perdeu foi Richarlyson, que teve sua batida defendida pelo goleiro adversário. André já havia falhado nas atividades contra Villa Nova e Tombense, uma vez permitindo a defesa do goleiro e chutando para fora na outra.

Durante a segunda parte da atividade, Bernard recebeu uma pancada no joelho e foi substituído por Fillipe Soutto, mas ele não preocupa e deve participar normalmente dos treinos de quinta-feira, um às 9h30, outro às 16h. No domingo, o Atlético-MG joga contra o América de Teófilo Otoni, fora de casa, pela segunda rodada.