Danrlei foi afastado do
jogo de ontem à noite.

Rio – Seduzido por uma proposta milionária, o goleiro Danrlei deixou ontem o Fluminense e, até amanhã pela manhã, se apresenta ao seu novo clube, o Atlético-MG. O jogador receberá R$ 50 mil mensais, além de luvas no valor de R$ 300 mil e um apartamento. No Tricolor ganhava R$ 35 mil.

O empresário de Danrlei, Gerson Goldenburg, explicou que, desde janeiro, o Atlético-MG tentava contratar o atleta. Nos últimos dias o time mineiro elevou a oferta e foi impossível recusá-la. A multa rescisória, de R$ 45 mil, será custeada pela equipe de Minas Gerais.

A justificativa apresentada por Goldenburg para justificar o interesse do Galo na contratação de Danrlei foi a de que o clube poderá ficar sem seus dois principais goleiros: Veloso, contundido, deverá ficar inativo por cinco meses, e Eduardo, que brigou com o zagueiro Cris, do Cruzeiro, durante a decisão do Campeonato Mineiro deste ano, poderá ser punido com uma suspensão por quatro meses.

O presidente do Fluminense, David Fischel, que estava em São Paulo com o time, que jogou à noite contra o Tricolor paulista, condenou a atitude do atleta e ressaltou que o goleiro “não merece confiança”.

“Fiquei sabendo por terceiros, fui conversar com o Danrlei, que confirmou tudo. Com isso, nem deixei ele jogar contra o São Paulo”, disse o presidente do Fluminense, sem esconder sua surpresa e revolta com a atitude do goleiro.