Depois de utilizar uma formação próxima da que considera ideal no empate com o Botafogo, no último domingo, o técnico Abel Braga volta a recorrer aos reservas para o jogo desta quarta-feira contra o Friburguense, às 22 horas, no Engenhão. No planejamento para a Copa Libertadores, a ordem é reforçar a preparação física dos titulares e utilizar os jogos do Campeonato Carioca para observar os suplentes, para que o treinador tenha uma boa noção a quem pode recorrer em caso de necessidade.

O Fluminense estreia no torneio continental no próximo dia 13 contra o Caracas, na Venezuela. Até lá, Abel Braga espera que Fred encontre o condicionamento ideal. O artilheiro ainda não jogou este ano e tem um desnível muscular entre as pernas. Deco, porém, é quem mais preocupa. Com um estiramento na coxa direita, o luso-brasileiro iniciou a preparação física, aliada à fisioterapia, na luta para estar apto para a o início da caminhada na Libertadores.

Enquanto isso, a missão de chegar às fases finais da Taça Guanabara – o primeiro turno do Campeonato Carioca – recaem sobre os ombros dos reservas. O goleiro Diego Cavalieri e o volante Edinho são os únicos titulares que devem ir a campo no jogo desta quarta contra o time serrano.

O meia Felipe e o lateral-esquerdo Monzón vão ganhar as suas primeiras oportunidades na nova equipe e a partida é importante para ambos. Abel Braga espera que o lateral argentino aumente a disputa com Carlinhos pela titularidade e Felipe tem de mostrar que é a melhor opção para a estreia na Libertadores caso Deco realmente não esteja pronto.

O Friburguense deve ser um desafio interessante para os substitutos tricolores. A equipe de Gerson Andreotti é vice-líder do Grupo A, com seis pontos, atrás do Vasco (9) e à frente do Botafogo (5).