A presença de Daniele de Rossi no jogo em que a Itália vai encarar a Alemanha pelas quartas de final da Eurocopa está longe de ser uma garantia. Nesta quarta-feira, o volante ficou fora do segundo treino consecutivo da seleção italiana, aumentando as preocupações com a sua condição física.

Na última segunda-feira, De Rossi deixou o campo mancando e foi substituído aos nove minutos do segundo tempo da vitória da Itália por 2 a 0 sobre a Espanha, pelas oitavas de final, após receber uma pancada na coxa direita. Agora não tem presença garantida no próximo compromisso da sua seleção na Eurocopa.

Para complicar ainda mais a situação da Itália, Thiago Motta, que substituiu De Rossi durante o duelo com a Espanha, recebeu o segundo cartão amarelo na competição e precisará cumprir suspensão automática no clássico com os atuais campeões mundiais.

Além do problema com De Rossi, o técnico Antonio Conte não pôde contar com o meia Antonio Candreva nos dois últimos duelos da seleção italiana na Eurocopa. Nesta quarta-feira, o jogador também não participou do treinamento de sua equipe, em Montpellier, deixando ainda mais incerta a sua presença no confronto pelas quartas de final, embora a expectativa inicial era de que ele retornasse no jogo contra a Espanha, o que acabou não ocorrendo.

Após avançarem nas oitavas de final, as seleções de Alemanha e Itália vão se enfrentar neste sábado, às 16 horas (de Brasília), em Bordeaux, em duelo que valerá uma vaga nas semifinais da Eurocopa.