O Coritiba voltou a vencer pelo Campeonato Paranaense. Contudo, o triunfo frente ao Arapongas foi sofrido. O Coxa chegou a estar perdendo por 2 a 0, mas conseguiu pôr a cabeça no lugar e virou a partida, vencendo por 3 a 2, já no final do jogo. O grande responsável pela virada foi o garoto Zé Rafael, que entrou no segundo tempo e foi o autor das três assistências que resultaram nos gols de Arthur, Rafinha e Alex.

As pretensões do Coritiba em ter uma partida fácil caíram por terra logo com seis minutos de jogo. Após um bate-rebate, Éder, em posição duvidosa, recebeu a bola, girou e abriu o marcador. Assustado, o Coxa começou a ceder terreno para o Arapongas, que chegava com algum perigo contra a meta de Vanderlei.

Aos poucos, o Coritiba foi equilibrando a partida, mas sem que isso resultasse em jogadas realmente efetivas. O Arapongas atacava com mais perigo e o Coxa errava passes a todo instantes, irritando a torcida que acompanhava o jogo. O alviverde do interior do Estado ainda criou boas chances de ampliar, mas ficou apenas no “quase”.

Virada no fim do jogo

Se com 1 a 0 a situação estava complicada, imagina então começar o segundo tempo tomando o segundo gol? Foi o que aconteceu no jogo. Logo com três minutos, Éder ampliou o placar. A torcida do Coxa perdeu de vez a paciência e passou a criticar o técnico Marquinhos Santos e a pedir raça para o time.

Contudo, o segundo gol do Arapongas acabou servindo como um despertador para o time Coxa Branca. O Coritiba passou a pressionar e atacar mais e aos 11 minutos, Arthur, aproveitando um cruzamento de Zé Rafael, diminuiu o marcador.

Se antes havia algum equilíbrio no jogo, daí em diante só deu Coxa. Ficou um jogo entre ataque (Coritiba) contra defesa (Arapongas), que, a exceção de um gol perdido por Baiano, não incomodou mais o goleiro Vanderlei.

De tanto insistir, o Coritiba acabou recompensado. Aos 35, Rafinha tabela com Zé Rafael, que devolveu de calcanhar. O meia encheu o pé e acertou a gaveta de Edson, marcando um golaço.

Quatro minutos depois, o Coxa perdeu dois gols em sequência. Primeiro, Arthur cabeceou em cima de Edson. Na continuação da jogada, a bola sobrou para Alex, que chutou rente à trave.

Quando tudo levava a crer que o jogo terminaria empatado, brilhou a estrela de Alex. O meia, aos 47 minutos, aproveitou bem o cruzamento de Zé Rafael e tocou para o fundo das redes do bom goleiro Edson, que nada pôde fazer. Na comemoração, Alex foi até o técnico Marquinhos Santos para celebrar o gol.

O próximo desafio do Coxa agora é contra o Toledo, fora de casa.

Veja na galeria de fotos o jogo do Coxa.