O Avaí está de volta à Série A do Campeonato Brasileiro, mas seus torcedores assistirão à estreia neste domingo diante do Santos, às 18h30, no estádio da Ressacada, em Florianópolis, com um pé atrás após a campanha catastrófica no Estadual, quando quase caiu para a segunda divisão.

Para mudar a postura da equipe e manter o time na elite do Nacional, a diretoria apostou na contratação do técnico Gilson Kleina. Treinador do Palmeiras no primeiro semestre do ano passado, ele chegou à Ressacada já em meio à crise do Estadual e até agora só apagou o incêndio.

Também trouxe alguns reforços como o zagueiro Emerson, que se destacou no próprio Avaí e estava no Atlético Mineiro, e o volante Adriano, ex-Grêmio e Santos. O lateral-direito Nino Paraíba chega depois de boas temporadas pelo Vitória. O elenco já contava com os veteranos Marquinhos, Eduardo Costa e André Lima.

O Avaí vem de uma importante vitória sobre o arquirrival Figueirense por 1 a 0, no meio da semana, no jogo de ida pela segunda fase da Copa do Brasil – a volta acontece na próxima quarta-feira, no estádio Orlando Scarpelli.

Gilson Kleina tem problemas na escalação. Os volantes Renan e Eduardo Neto não devem ter condições de jogo. O primeiro sentiu dores na coxa esquerda na última semana e o outro sentiu a panturrilha no clássico contra o Figueirense. Os dois devem ser substituídos, respectivamente, por Uelliton e Adriano.