A invicta defesa do Atlético entrou para a história neste começo de Campeonato Paranaense. Ao completar quatro rodadas sem sofrer gol, conseguiu a melhor largada em 88 participações do Estadual. Nem mesmo o Furacão de 1949, time mais emblemático do clube, conseguiu tal façanha.

A última marca semelhante foi em 1977, quando o Furacão ficou três rodadas zerado. Naquele ano, o goleiro Altevir, na segunda fase do Paranaense, conseguiu marca ainda maior e manteve a meta atleticana inviolável por 11 jogos -1.066 minutos sem sofrer gol. Número que o goleiro Rodolfo, de apenas 19 anos, ainda está longe de alcançar. O jogador não é o único jovem na defesa do técnico Juan Ramon Carrasco. Com exceção de Gustavo, que tem 27 anos, todos da zaga foram promovidos da base do Atlético.

O mais novo a atuar no setor é o lateral esquerdo Paulo Otavio, improvisado na direita, com apenas 17 anos. Seu substituto nos dois últimos jogos foi Pablo, de 19 anos. Apesar de jogarem na lateral, os dois, assim como Héracles, também com 19 anos, são reforços na defesa montada em linha de quatro. No miolo da zaga, Manoel, 21 anos, ao lado do experiente Gustavo, fecha a muralha rubro-negra. Manoel tem ainda ganhado a condição de capitão quando Paulo Baier não está em campo, numa demosntração de que a defesa está em alta no Furacão.