O técnico Deivid comemorou a vantagem conquistada pelo Cruzeiro ao garantir a primeira colocação da tabela do Campeonato Mineiro, no domingo. Mas não deixou de repreender seu time pela queda de rendimento diante do Guarani, de Divinópolis, no segundo tempo da partida.

O jogo foi marcado por dois momentos diferentes. No primeiro tempo, o Cruzeiro fez dois gols e encaminhou a vitória. Com a vantagem, caiu completamente de rendimento na etapa final.

“Conseguimos fazer o primeiro tempo dentro que tínhamos planejado. Caímos no segundo tempo, pelo fato de já termos conseguido um resultado muito cedo, de 2 a 0. E acabamos acomodando”, reclamou. “Os jogadores estavam com o objetivo alcançado, que era a primeira colocação, e isso acabou caindo no marasmo.”

A liderança confirmada na fase de classificação dá ao time comandado pelo técnico Deivid duas vantagens nas fases finais do campeonato. O Cruzeiro joga agora por quatro empates ou vitória e derrota – nas semifinais ou nas finais – com a mesma diferença de gols. E sempre como mandante no duelo da volta.

“Fiquei feliz de os atletas entenderem bem a nossa filosofia. Esse era o nosso objetivo, terminar em primeiro lugar para ter a vantagem. Agora temos que nos preparar para o último jogo desta fase e a Copa do Brasil”, projetou o treinador.

O time do Cruzeiro volta a campo nesta quarta para fazer sua estreia na Copa do Brasil. Enfrentará o Campinense, às 21h45, no estádio Amigão, em Campina Grande, na Paraíba.

Pelo Estadual, o time vai encarar o Boa no próximo domingo, no estádio Dilzon Melo, em Varginha. Para este duelo, Deivid terá ao menos dois desfalques: os argentinos Sánchez Miño e Lucas Romero. Eles receberam o terceiro cartão amarelo no fim de semana e vão cumprir suspensão na próxima rodada do Campeonato Mineiro.