A maior parte da delegação brasileira já desembarcou em Pequim para o Mundial de Atletismo que começará no dia 22, no Estádio Ninho do Pássaro. Neste sábado chegaram os atletas do revezamento 4×400 metros masculino, que estavam em camping de treinamento em Waco, no Texas, Estados Unidos. “O camping foi muito produtivo, estamos com boas expectativas”, disse Ricardo D’Angelo, coordenador da equipe e treinador-chefe da seleção em Pequim.

Os corredores e saltadores treinam em dois períodos no Chao yang Sports Center, estádio onde foi disputado o Mundial Juvenil em 2006. Os arremessadores e lançadores fazem seus exercícios em um campo no mesmo conjunto esportivo. Os maratonistas correm perto do estádio. Os marchadores treinam no parque próximo do Kun Tai Hotel, onde a delegação nacional está hospedada sob supervisão do treinador João Sena Bonfim.

Também já chegaram e estão no mesmo hotel a equipe de Trinidad e Tobago e a estrela da competição, o jamaicano Usain Bolt. “O grupo chegou no devido tempo para a aclimatação e para adaptação ao fuso horário (em Pequim são 11 horas a mais que Brasília)”, explicou Antonio Carlos Gomes, superintendente de Alto Rendimento da Confederação Brasileira de Atletismo.

Em Pequim, a delegação brasileira tentará encerrar o jejum de pódios no Mundial de Atletismo. Desde 2011, quando Fabiana Murer conquistou o título no salto com vara que o País não obtém medalhas. A brasileira ainda é a principal esperança de vitória. Terceira no ranking Mundial, ela vem de uma medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos de Toronto. Thiago Braz também pode conquistar um bom resultado já que está entre os melhores atletas do salto com vara nesta temporada.