O gaúcho Marcelo Demoliner vai ser o representante brasileiro nas semifinais da chave de duplas do Torneio de Auckland, na Nova Zelândia, ATP 250 preparatório para o Aberto da Austrália, após superar, nesta quinta-feira, o mineiro André Sá pelas quartas de final.

Número 67 do mundo do ranking de duplistas, Demoliner e o neozelandês Marcus Daniell superaram Sá, 56º, e o indiano Leander Paes por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/6 (7/4). Agora, em busca de uma vaga na decisão, o brasileiro e o neozelandês vão encarar o polonês Marcin Matkowski e o paquistanês Aisam Qureshi.

No ano passado, Demoliner disputou duas finais, sendo derrotado em ambas. Ele foi vice-campeão do Torneio de Bastad, na Suécia, ao lado de Daniell, e em Quito, no Equador, onde atuou ao lado do também brasileiro Thomaz Bellucci. Agora, portanto, está a uma vitória de jogar a terceira final da sua carreira.

Ainda nesta quinta, a chave de simples do Torneio de Auckland também definiu as semifinais. Número 19 do mundo, John Isner perdeu um duelo de tenistas norte-americanos ao ser superado por Steve Johnson, 81º colocado no ranking, por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 5/7 e 7/6 (7/3). O próximo rival do seu algoz também vai ser um tenista dos Estados Unidos, Jack Sock (23º), que bateu de virada o francês Jeremy Chardy (5/7, 6/4 e 6/3).

O cipriota Marcos Baghdatis (36º) superou o checo Jiri Vesely por 6/2 e 6/4 e fará a outra semifinal do Torneio de Auckland com o português João Sousa (44º), que derrotou o holandês Robin Haase por 6/3 e 6/2.