Sem atuar pelo São Paulo desde julho por causa de uma lesão no menisco lateral do joelho direito, o que o levou inclusive a ser operado, Denilson pode ser uma das novidades da reestreia de Muricy Ramalho no comando da equipe. O volante treinou entre os titulares na primeira atividade do técnico no clube e pode atuar ao lado de Maicon mo meio-de-campo. E ele aposta em uma parceria bem-sucedida com o companheiro, caso seja escalado no duelo com a Ponte Preta, nesta quinta-feira, no Morumbi, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro.

“Achei uma parceria muito boa. O Maicon é um jogador de qualidade e costuma acertar os passes. Essa, aliás, é uma das características dele. Espero que a gente possa fazer um grande jogo, porque precisamos ganhar de qualquer forma. Será o nosso primeiro passo para sair dessa situação”, disse.

Curiosamente, a volta de Denilson ao São Paulo pode acontecer exatamente diante do time em que o volante disputou a sua primeira partida pelo clube, em julho de 2005, contra a Ponte Preta. O duelo também é importante porque os dois times estão na luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro – o São Paulo é o 18º colocado, com 18 pontos, três a mais do que a vice-lanterna Ponte Preta.

“Será um jogo mais especial do que nunca. Até pelo momento que estamos vivendo, porque quero ajudar ainda mais nessa partida contra a Ponte Preta. Espero poder ajudar e, mesmo depois de um mês me recuperando, buscar essa vitória para o São Paulo. Vamos nos reerguer novamente na competição”, afirmou.