São Paulo – Um dia depois de apresentar o técnico Muricy Ramalho, o São Paulo confirmou a contratação do primeiro reforço de 2006: o meia Rodrigo Fabri, de 29 anos, revelado pela Portuguesa e que disputou o Campeonato Brasileiro do ano passado pelo rebaixado Atlético-MG.

O jogador assinou contrato por dois anos e será apresentado hoje à tarde, no CT da Barra Funda. A chegada de Fabri põe fim à possibilidade da contratação de Pedrinho, o meia do Palmeiras deve acertar com o futebol japonês e do retorno de Diego, ex-Santos, hoje no Porto.

?É bom lembrar que, há três anos, ele foi um dos artilheiros do Campeonato Brasileiro ao lado do Luís Fabiano (com 19 gols, pelo Grêmio)?, destacou Fernando César, empresário do meia, em entrevista à Rádio Globo.

O acerto com o São Paulo é a chance de ouro para o Rodrigo Fabri apagar a má impressão deixada depois de cair junto com o Atlético. ?Infelizmente, ele estava no lugar errado, na hora errada. Não pode ser responsabilizado pela campanha. Ele não joga sozinho?, defendeu o representante do atleta.

Fernando César negou que o São Paulo tenha passado uma ?rasteira? no Palmeiras, como aconteceu no caso de Richarlyson. Segundo ele, Fabri não foi para o Verdão por desinteresse das duas partes.

Agora, a diretoria tricolor concentra as energias na busca de um lateral-direito, em condições de substituir Cicinho, negociado com o Real Madrid.

O técnico Muricy Ramalho indicou a contratação de Élder Granja, do Internacional.