Reinaldo Marques / Futura Press
Súmula aponta Fabrício Carvalho
(esq.) como autor do gol.

Restou ao Coritiba a briga pela Copa Sul-Americana. Com a derrota por 1×0, ontem, em São Caetano do Sul, o time paranaense ficou distante do sonho de voltar à Copa Libertadores. O Azulão recuperou a terceira colocação e se mantém na luta pelo título, mas tendo ainda que “secar” Santos e Atlético Paranaense. A exemplo do que ocorrera no mata-mata da Copa Sul-Americana, o jogo foi “truncado” e com poucos lances de emoção.

O retrato do jogo foi o gol creditado ao centroavante Fabrício Carvalho, ainda no primeiro tempo. Após escanteio cobrado por Anderson Lima, o atacante do São Caetano dividiu com Fernando. A bola socada pelo goleiro tocou nas costas de Tuta e entrou. Na súmula, o árbitro Sérgio da Silva Carvalho registrou o gol para o camisa 9 do clube paulista.

A vantagem fez com que o Azulão “afrouxasse” a marcação, mas mesmo assim o Coritiba não conseguiu imprimir um forte ritmo ofensivo. Teve até oportunidades para empatar, com Alemão e Ricardinho, cobrando falta. Insatisfeito com a atuação do seu time, Péricles Chamusca voltou para o segundo tempo com Ceará no lugar de Warley, alterando a estrutura do São Caetano.

Antônio Lopes apostou em uma formação mais ofensiva, lançando mão do atacante André Nunes na vaga de Ricardinho. Pouco depois, trocou Jucemar por Rafinha, mas a movimentação não se traduziu em oportunidades de gols. O jogo seguiu “amarrado” até seu final, com os ataques levando pouca – ou nenhuma – vantagem sobre as defesas. No fim, Lopes ainda tentou uma troca de atacantes, mas Laércio nem tocou na bola.

Pelo menos duas oportunidades foram desperdiçadas pelo Coritiba. Primeiro com André Nunes chutando para fora o cruzamento de Rafinha. No último lance, Tuta – que antes havia “furado” ao tentar uma finalização – tocou fraquinho para a defesa de Sílvio Luiz, o melhor em campo.

CAMPEONATO BRASILEIRO
32ª RODADA

SÃO CAETANO 1×0 CORITIBA

SÃO CAETANO: Sílvio Luiz; Serginho, Gustavo e Thiago; Anderson Lima, Marcelo Mattos, Mineiro, Marcinho (Mateus) e Éder (Danilo); Warley (Ceará) e Fabrício Carvalho. Técnico: Péricles Chamusca.

CORITIBA: Fernando; Jucemar (Rafinha), Vágner, Miranda e Adriano; Ataliba, Roberto Brum, Luís Carlos Capixaba e Ricardinho (André Nunes); Alemão (Laércio) e Tuta. Técnico: Antônio Lopes.

SÚMULA
Local
: Anacleto Campanella (São Caetano do Sul).
Árbitro: Sérgio da Silva Carvalho (DF).
Assistentes: Marrubson Melo Freitas (DF) e Ênio Ferreira Carvalho (DF).
Renda: R$ 10.886,00.
Público: 1.088 pagantes.
Gol: Fabrício Carvalho a 18? do 1º tempo.
Cartões amarelos: Marcelo Mattos e Mineiro (São Caetano). Vágner (Coritiba).