Rebaixado no Brasileiro da Série B, o Londrina faz hoje, às 16h, seu último jogo perante a sua torcida em 2004, enfrentando a Portuguesa, no Café. A partida, porém, pode começar sem que o Tubarão tenha um presidente, já que a eleição para o cargo está marcada para as 10h (também hoje) e não há candidatos. Se não aparecer nenhum, o clube será fechado, ainda que temporariamente.

Marcelo Leal, que ocupa a presidência desde a renúncia de Carlos Alberto Garcia, ocorrida em 23 de julho, não pretende permanecer na mesma cadeira e seu mandato-tampão, segundo o estatuto, não pode ser prorrogado. O vereador Beto Scaff (PFL) descartou uma candidatura por não estar ciente da real situação financeira.