O Atlético de Madrid desperdiçou nesta quarta-feira grande oportunidade de abrir vantagem no confronto com o Sevilla, na briga por uma vaga na semifinal da Copa do Rei. Jogando em casa, o time madrilenho até saiu na frente, com gol de Diego Costa, mas permitiu a virada nos minutos finais da partida.

O resultado deixou o Sevilla em situação favorável para decidir a vaga em casa, na próxima terça-feira. Um empate garantirá o time da casa na semifinal, no estádio Ramón Sánchez Pizjuán.

Nesta quarta, Atlético e Sevilla fizeram um primeiro tempo de poucas emoções e sem alterações no placar. Na etapa final, porém, as redes balançaram três vezes. Diego Costa aproveitou rebote da defesa, aos 28 minutos, e bateu para as redes, da esquerda.

Seis minutos depois, o time da casa facilitou a vida do Sevilla, quando Miguel Angel Moya mandou contra as próprias redes. A virada veio aos 43, numa vacilada geral da defesa anfitriã. Joaquin Correa recebeu livre pelo meio, entrou na área e bateu na saída do goleiro.

Entre os brasileiros, somente Diego Costa esteve em campo nesta quarta. Filipe Luis, seu companheiro de Atlético, ainda se recupera de problema físico. E Paulo Henrique Ganso, do Sevilla, segue sem receber chances no time, o que vem sendo rotina desde que o italiano Vincenzo Montella assumiu o comando da equipe.

Em outro jogo da ida das quartas de final já finalizado nesta quarta, o Valencia bateu o Alavés por 2 a 1. Assim como aconteceu no duelo do Sevilla, o Valencia ganhou de virada, graças aos gols de Gonçalo Guedes e Rodrigo. Ruben Sobrino balançou as redes para o Alavés. Todos os gols saíram no segundo tempo.

VIOLÊNCIA – Autoridades espanholas informaram nesta tarde que um torcedor do Atlético foi hospitalizado antes do início da partida, após ter sido esfaqueado. O torcedor de 22 anos teria sido atacado perto de uma estação de metrô, a caminho do estádio. Ele foi esfaqueado na perna, nos braços e nas costas. Não foi informado o estado de saúde dele.