Esperança de medalha na ginástica brasileira, Diego Hypolito ficou sem lugar no pódio na final do solo no Mundial da Antuérpia, na Bélgica. Neste sábado, o brasileiro não conseguiu passar do 5º lugar, após gerar expectativas por causa do segundo lugar nas eliminatórias.

“Quando se disputa uma final, se cria expectativa pela medalha. É inevitável. Tive erros na execução da chegada, não nas acrobacias. Mas esse ano foi produtivo para mim. Mas quando chega na final, todos têm a mesma chance. Queria ter conseguido uma medalha, mas o resultado foi bom”, avaliou o bicampeão mundial, em 2005 e 2007, em entrevista à Sportv.

O vencedor da prova do solo foi o jovem japonês Kenzo Shirai, de apenas 17 anos. Ele alcançou a difícil nota de 16,000 e não deu chances para os rivais. A medalha de prata ficou com o norte-americano Jacob Dalton, com 15,600, e o bronze foi para o japonês Kohei Uchimura, com 15,500.