No duelo da juventude contra a experiência, o búlgaro Grigor Dimitrov surpreendeu neste domingo ao bater o espanhol David Ferrer, atual número 3 do mundo, na final do Torneio de Estocolmo. O tenista de 22 anos conquistou seu primeiro título de nível ATP com uma grande virada sobre um dos tenistas mais experientes do circuito.

Dimitrov venceu o rival de 31 anos pelo placar de 2/6, 6/3 e 6/4, em 2h10min de partida. O búlgaro conquistou sua primeira vitória em sua segunda final no circuito. A primeira decisão foi disputada em Brisbane, no início deste ano. Ferrer, por sua vez, acumulou seu quinto vice-campeonato na temporada. O espanhol venceu apenas duas das sete finais que disputou em 2013.

Com um aproveitamento fraco nas últimas semanas – chegou a ser eliminado pelo português Joao Sousa no Torneio de Kuala Lumpur -, Ferrer voltou a mostrar irregularidade no set inicial da decisão, mas aproveitou os vacilos do búlgaro para sair em vantagem no marcador.

No entanto, passou a cair de rendimento a partir do segundo set. Mais consistente, Dimitrov não deixou escapar o momento favorável e empatou a partida na segunda parcial, sem ter o saque ameaçado. Cada vez mais confiante, o búlgaro manteve o ritmo no último set e cravou a vitória na partida mais importante de sua carreira até agora.