O diretor de futebol do Atlético, Sandro Orlandelli, confessou que a cúpula rubro-negra interferia na escalação do time principal do Atlético, quando Juan Carrasco era o treinador.

Em entrevista à Rádio 98FM, na noite desta quarta-feira (13), o dirigente ressaltou que o fato faz parte do futebol profissional. “Tem que haver troca de ideias, interação entre diretor e treinador sobre montagem do time. No futebol é assim”, afirmou Orlandelli.

Segundo ele, as constantes mudanças provocadas pelo ex-comandante atleticano não agradaram aos dirigentes do clube. “As improvisações não foram compatíveis com a filosofia do Atlético, por isso a direção do futebol interveio”, revelou.