Diego Souza está definitivamente fora do elenco do Palmeiras. O anúncio oficial foi feito neste sábado pelo diretor de futebol do clube, Seraphim Del Grande. “No momento, ele não joga mais no Palmeiras”, afirmou o dirigente palmeirense.

Segundo Del Grande, a decisão foi motivada pela resistência do meia em explicar à torcida os gestos obscenos feitos para as numeradas cobertas do Palestra Itália, no jogo contra o Atlético Goianiense, há duas semanas.

“Nunca exigimos um pedido de desculpas pelo que aconteceu com a torcida. Queríamos apenas uma explicação pública, mas ele não quer. Então, criou-se um problema muito forte que pode prejudicar todo o time”, justificou Del Grande.

A saída de Diego agora depende só da Traffic. Após recusar proposta de 4 milhões de euros (R$ 9,3 milhões) do Al-Rayaan (Catar), a parceira aguarda oferta que considere minimamente lucrativa.

A passagem do atleta pelo Palmeiras acaba de maneira frustrante. Diego Souza chegou ao Palestra com status de craque. Adquirido pela Traffic por quase R$ 10 milhões, há um ano e meio, ele era a esperança de retorno financeiro alto para a empresa e de títulos para o clube alviverde.