A diretoria atendeu em parte o pedido dos atletas. Ainda sem recursos para quitar salários, ao menos os dirigentes do Paraná Clube estiveram em peso na Arena da Baixada.

O presidente Aquilino Romani, os vices Aramis Tissot e Waldomiro Gayer Neto, além do diretor de futebol Guto de Melo, acompanharam o jogo à beira do gramado. Romani e Tissot, inclusive, ficaram no banco de reservas, ao lado da comissão técnica.

Nenhum deles, porém, se manifestou sobre as possíveis transações envolvendo jogadores do clube. “Estamos trabalhando e vamos cumprir a promessa. Quem sabe até a próxima semana vamos ter uma surpresa positiva”, comentou o presidente Romani.