Um dos casos à espera de julgamento no Tribunal de Justiça Desportiva -TJD é o da final da Divisão de Acesso. O polêmico jogo entre Operário e Foz do Iguaçu aconteceu em junho, mas ainda depende do tribunal pleno para ser resolvido.

Em 2 de setembro, a 2.ª Comissão Disciplinar puniu o Fantasma com a perda de seis pontos por abandonar o gramado logo após a marcação de um pênalti em favor do Foz, pela última rodada do quadrangular final da Segundona.

A decisão deu ao Foz a vaga na elite do Estadual em 2009, mas o Operário recorreu e o novo julgamento ainda não foi marcado. Por conta disso, o Foz foi incluído pela Federação na Copa Paraná de 2008 mesmo sem ter vaga garantida na 1.ª Divisão.