O neozelandês Scott Dixon aproveitou nesta quarta-feira a sessão tranquila de treinos livres para as 500 Milhas de Indianápolis para ser o melhor pelo segundo dia consecutivo. Depois que os acidentes e a chuva marcaram os quatro primeiros dias de treinos, Dixon teve sol e pista livre no circuito oval para estabelecer a média de 365,196 km/h.

Atrás do piloto da Chip Ganassi, bicampeão da categoria e vencedor da Indy 500 em 2008, ficou o australiano Ryan Briscoe, com a média de 364,652 km/h. A surpresa entre os primeiros foi o canadense Alex Tagliani, da novata Fazzt, que ficou em terceiro, e o japonês Hideki Mutoh, com a Newman Haas, que foi o quarto melhor do dia.

Ao contrário das primeiras sessões, os brasileiros não se destacaram. Tony Kanaan, da Andretti, foi o sétimo. Hélio Castroneves, três vezes vencedor em Indianápolis, foi o oitavo com a Penske. Mario Moraes, da KV, foi o décimo, Vitor Meira, da A.J. Foyt, o 15.º, Bia Figueiredo, da Dreyer & Reinbold, a 17.ª, Raphael Matos, da De Ferran, o 19.º, e Mario Romancini, da Conquest, o 30.º.

Os treinos livres para a Indy 500 continuam nesta quinta-feira. A prova mais tradicional da categoria será disputada no próximo dia 30.